sexta-feira, 20 de abril de 2018

CONDICIONALISMOS Á ABERTURA DA CAÇA EM 2018

A portaria do novo calendário venatório para o triénio 2018, 20121, vem esclarecer as dúvidas (se é que as havia) sobre a caça nos municípios mais afectados pelos incêndios de 2017.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

sábado, 17 de março de 2018

EXPOCAÇA 2018



1º Dia

  • Inauguração
  • Passatempo Associação Armeiros de Portugal -  +/- 2500 euros de prémios
  • Demonstrações de Caça com Podengos (Coelhos bravos da Qta. dos Penedinhos)
  • Demonstrações de Pombos em “Voo livre”
  • Demonstrações de Falcoaria

2º dia

  • Assembleia Geral dos Armeiros de Portugal
  • Passatempo Associação Armeiros de Portugal- +/- 2500 euros de prémios
  • Encontro de Matilheiros de Caça Maior (Ass. Pª Matilhas de Caça Maior)
  • Prova de Sto. Huberto "Homenagem a Arménio Lança" (CNCP/Oeste Caça)
  • Colóquio "Como guiar Caçadas em Portugal" (SCI)
  • Sessão de Esclarecimento Matilheiros
  • Assembleia geral da Associação Matilhas de Caça Maior
  • Assembleia Geral da Associação do Perdigueiro Português
  • Demonstração de Cão de Parar (Oeste Caça)
  • Demonstrações de Caça com Podengos (Coelhos Bravos da Qta.dos Penedinhos)
  • Documentário sobre Caça e Conservação em Portugal, Angola e Moçambique (SCI)
  • Demonstrações de Pombos em “Voo livre”
  • Demonstrações de Falcoaria
  • Jantar de Gala e Leilão anual do Safari Club (Lusitania Chapter)
  • 3º dia

    • Visita do Sr. Ministro da Agricultura, Dr. Luis Capoulas Santos, à Expocaça
    • 25º Encontro Nacional de Caçadores  - Fencaça
    • Passatempo Associação de Armeiros de Portugal -  +/- 2500 euros de prémios
    • Demonstração de Cão de Parar (Oeste Caça)
    • Demonstrações de Caça com Podengos (Coelhos Bravos da Qta. dos Penedinhos)
    • Prova de TAN (teste de aptidões naturais) para Podengos (Oeste Caça)
    • Demonstrações de Pombos em “Voo livre”
    • Demonstrações de Falcoaria

REUNIÃO DE SÓCIOS

CONVOCATÓRIA

José Alberto Reizinho, Presidente da Mesa da Assembleia Geral, de acordo com os estatutos vigentes, convoca todos os associados a comparecerem na reunião da Assembleia Geral a realizar no dia 25 de Março de 2018, pelas 9H30 horas, nas instalações da Associação das Aldeias de São Bartolomeu, em Vale da Gama, com a seguinte ordem de trabalhos.
1 – Apresentação e possível aprovação do relatório e contas do ano 2017.
2 – Eleições dos novos corpos gerentes para o biénio 2018/2020.
3 – Possível aprovação do PAE da ZCM 6766.
4 – Outros assuntos relevantes para a Associação
Atenção, só os sócios com todas as obrigações estatutárias cumpridas, sem excepção, terão direito a participar nas votações da Assembleia Geral.
Atenção ao capítulo terceiro do Regulamento Interno, nomeadamente aos artigos, 19º, 20º,21º e 22º.
Nota: Seguidamente a esta Assembleia Geral, haverá um almoço convívio com todos os sócios interessados, (local a designar).

Envendos, 01 de Março de 2018.

O Presidente da Mesa da Assembleia
José Alberto Reizinho

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

APROVADA EM CONSELHO DE MINISTROS NOVA ALTERAÇÃO AO REGULAMENTO DA LEI DA CAÇA




As alterações agora aprovadas, apesar de não resolverem a totalidade dos problemas do sector na medida em que alguns radicam na Lei de Bases da Caça, constituem um importante passo para a dinamização e promoção da caça e conservação dos recursos naturais em Portugal.

 

Ao nível das alterações, destacamos:

• Clarifica-se a função dos auxiliares no processo de caça a corricão e, por outro lado, passa-se a permitir que em terrenos cinegéticos ordenados os auxiliares façam parte da linha de caçadores.

• Possibilita-se que na caça ao coelho bravo em zonas de caça, o número de cães seja definido pela respetiva entidade gestora ou concessionária.  

• Em terrenos cinegéticos ordenados, prescinde-se da obrigação das armas de fogo serem acondicionadas em estojo ou bolsa, nas deslocações dos caçadores dentro de uma zona de caça.

• Regula-se a constituição das matilhas de caça maior e a atividade de matilheiro, obrigando ao registo dos cães afetos àquelas e ao dos matilheiros, estabelecendo-se uma taxa para o primeiro. 

• Alarga-se a possibilidade de marcação dos exemplares mortos em ações de correção de densidade das populações.

• Os caçadores, aquando do exercício da caça em ZCN e ZCM, têm de se fazer acompanhar da respetiva autorização de caça.

• Passa a constituir obrigação das entidades titulares de zonas de caça, cuja concessão se renove automaticamente, a apresentação de um plano de ordenamento de exploração cinegética (POEC) no fim de cada período de concessão.

• A nível de acesso dos caçadores ao exercício da caça em zonas de caça do tipo municipal (ZCM) o presente decreto-lei vem possibilitar a divulgação célere das condições de candidatura e do exercício da caça em cada zona ao incluí-las no Plano Anual de Exploração, bem como possibilitar a adequação, de forma gradual, da atividade relacionada com o acesso dos caçadores ao exercício da caça, à evolução da tecnologia e dos meios tecnológicos existentes. 

• Simplifica-se a exclusão de terrenos de zonas de caça municipal, sempre que seja celebrado acordo para inclusão dos terrenos noutra zona de caça. 

• Criam-se condições para a modernização do cumprimento de obrigações de âmbito administrativo por parte das entidades que gerem zonas de caça dos diferentes tipos, obviando custos e demoras a nível dos diferentes intervenientes.

• Para tornar mais célere o reconhecimento do direito à não caça, a sua publicitação deixa de ser efetuada por edital e passa a ser efetuada no sítio na Internet do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (ICNF, I.P.).

• Em matéria de autorização de reprodução, criação e detenção de espécies cinegéticas em cativeiro, prevê-se que aquele Instituto possa praticar aquele ato quando se trate de centros de recuperação de animais, parques zoológicos ou exposições, bem como para fins científicos, didáticos ou recreativos, sem que estas assumam a condição de explorações pecuárias. 

• Afeta parte das receitas provenientes das licenças de caça ao Fundo Florestal Permanente.

• Vem possibilitar que o ICNF, I.P., estabeleça protocolos e acordos com as OSC para o desenvolvimento de competências administrativas que lhe estão cometidas, bem como possibilitar que faculte à PSP acesso aos registos das licenças de caça de cada caçador, para efeitos de comprovação da regularidade da atividade cinegética e dispensa de frequência de curso de formação técnica e cívica para renovação de licença de uso e porte de arma dos tipos C e D.

 

João Carvalho (ANPC)

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

CALENDÁRIO LUNAR PARA 2018

Os esperistas apaixonados pelas esperas ao javali e sua caça nocturna, têm aqui a ferramenta que os ajudará a planear as suas esperas com sucesso, durante todo o ano.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

BOM ANO DE 2018

Agora que já passou o alvoroço das festas de Natal e Ano Novo, já temos tempo para ler os mails, mensagens e actualizar o Facebook, é chegada a hora do balanço.
Pois é caros amigos, o ano de 2017 não foi nada amigo dos caçadores da ACCM, nem de outros milhares que como nós ficaram impedidos de ir ao campo para praticar o seu desporto favorito, caçar.
Mas "caçar" não é só dar tiros aos animais, implica muito mais.
A observação das espécies e do seu meio natural também faz parte do que entendo por caçar, isso não nos foi tirado, podemos e devemos sair todos juntos para ver como vão as coisas e perceber o que faz falta fazer, mas temos de ser todos a querer que assim seja.
Por isso o meu desejo para o ano de 2018, é que se marque uma "Grande Caçada" dentro do calendário venatório, onde todos juntos e sem armas, possamos fazer um enorme convívio, para nos vermos, passearmos na nossa reserva e almoçarmos, afinal estavam marcados dias de caça e provavelmente alguns viríamos caçar.
A escolha desta imagem para compor estas linhas, vai no sentido de que é preciso dar um grande salto para passarmos dum ano para o outro, mas todos temos de o dar, ninguém pode ficar para trás.
Vamos então fazer este exercício entre todos?
É este o meu desejo.
BOM ANO DE 2018.


domingo, 31 de dezembro de 2017

FALECIMENTO DO SENHOR ANTÓNIO MATOS (ZEFERINO)

A Associação de Caçadores do Concelho de Mação, vem por este meio apresentar publicamente os pêsames á família do Ex-presidente, Senhor Manuel Matos, pelo falecimento de seu Pai.

O funeral será realizado amanhã, pelas 16h00 na Igreja Matriz de Envendos.